Fale com o governo

Museu Vivo da Memória Candanga


Descrição

Foto: Toninho tavares/Agência Brasília

Foto: Toninho tavares/Agência Brasília

Abrigado em sítio histórico – Berço da Construção de Brasília – nas instalações do antigo Hospital Juscelino Kubitschek de Oliveira, único testemunho preservado dos acampamentos pioneiros, da época da construção da nossa capital, o Museu Vivo da Memória Candanga, com o tombamento permanente homologado em 2015, como Patrimônio Histórico e Cultural Nacional, conta com: Exposições Permanentes, Salas para Exposições Temporárias, Espaços de encontro de artesãos, Auditório, Bosque, Parquinho e as “Oficinas do Saber Fazer”, que, com a incumbência de registrar, difundir e recriar os saberes e modos de vidas diversos dos que aqui se encontraram para construir a cidade, oferece oficinas de artesanato e arte popular para a comunidade. Esse é o conceito de um Museu Vivo.

 

Exposição permanente: “Poeira, Lona e Concreto” narra a história de Brasília desde os primórdios de sua construção até sua inauguração, em 1960. Conta com fotos de Mário Moreira Fontenelle, que foi o primeiro fotógrafo oficial de Brasília, e dos fotógrafos Peter Scheir e Joaquim Paiva. Apresenta ainda ambientações do Brasília Palace Hotel e do Hospital Juscelino Kubitschek de Oliveira.

 

“O Cerrado de Pau de Pedro” – Exposição sobre o trabalho de Pedro de Oliveira e Barros, Seu Pedro, artista popular da região falecido em 2005. Peças de madeira feitas com madeiras recolhidas no cerrado.

 

“Os Muitos Mestres que Enriquecem Nossas Vidas” – Exposição de artesanato e arte popular, com alguns mestres da região.

Oficinas do Saber Fazer: Cursos de formação de artesanato e arte popular, nas áreas de tecelagem, cerâmica, madeira, papel, etc. Têm a incumbência de registrar, difundir e recriar os saberes e modos de vida diversos da comunidade.

 

COMO TER ACESSO

Atendimento

Telefone: (61) 3301-3590

 

E-mail: mvmc1990@gmail.com

 

Atendimento: de segunda a sábado, das 9h às 17h

 

 

 


Forma de acesso

Visita guiada: sim, mediante agendamento prévio para escolas e grupos.

 

Horários de visita guiada: de segunda-feira a sexta-feira, no período da manhã 9h às 12h e no período da tarde de 14h às 17h.

 

Acessibilidade: sim

 

Solicitação de agenda para exposição: mediante apresentação de projeto à Subsecretaria do Patrimônio Cultural (SUPAC), da Secretaria de Cultura, dentro da temática do museu.

 

Espaço para realização de eventos: área externa adjacente ao museu, área das oficinas.

 

Reserva do espaço para a realização de eventos culturais: por meio de ofício à Diretoria do Museu Vivo da Memória Candanga, pelo e-mail e telefones

 

Cessão de uso de imagem: por meio de ofício à Assessoria de Comunicação.

 


Mapa do Site Dúvidas frequentes Comunicar erros